7º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial

quarta, 09 de dezembro de 2020

Voltar

Cidades Históricas: projeto de Diamantina (MG) que promove educação patrimonial será apresentado; inscrições gratuitas

09122020 7EncontroO caso de sucesso da cidade mineira de Diamantina será apresentado ao público dentro da programação do 7º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas, Turísticas e Patrimônio Mundial, que será realizado em Salvador entre os dias 10 e 12 de dezembro. O prefeito Juscelino Roque vai participar de um painel do evento para detalhar a boa prática do Município que adotou a gestão integrada voltada à Educação Patrimonial da população. 

As inscrições para o evento – que neste ano será realizado de forma presencial e virtual - estão abertas e são gratuitas. Em entrevista à Agência CNM, o gestor adiantou a boa prática da cidade mineira. “Trabalhamos o pertencimento do diamantinense, o amor a sua terra e a sua cultura. Fizemos uma inversão de prioridades visando integrar os bairros periféricos e distritos nos trabalhos de valorização tanto do patrimônio material quanto do imaterial. Tudo isto contribui para que tenhamos um sítio histórico muito bem preservado e com uma cultura viva, expressa em nosso calendário anual de eventos”, explicou.

Para o prefeito, a exposição da iniciativa no Encontro das Cidades Históricas pode contribuir com outros gestores na preservação do patrimônio e desenvolvimento do Município interessado em saber mais informações do projeto em Diamantina. “O evento é de grande importância na medida em que se constituem espaços de troca de experiências exitosas e de levantamento de problemas comuns, buscando alternativas coletivas para a preservação de nossos patrimônios e para o desenvolvimento econômico dos Municípios”, complementou.

Benefícios
O reconhecimento da cidade mineira como Patrimônio Mundial trouxe desafios na preservação, mas também muitas vantagens. O prefeito elencou as vantagens para a cidade e população. “Ao ter o reconhecimento e valorização do seu patrimônio, histórico, artístico e cultural, ocorreram benefícios sociais, educacionais, econômicos e coloca nossa cidade no centro de estratégias de preservação, inclusive com recursos financeiros vindos de fora de nossas divisas. Também promove a cidade como um lugar diferenciado agregando, portanto, valor como destino turístico, o que contribui para gerar renda e postos de trabalho no Município”, ressaltou Juscelino Roque.

Por fim, o prefeito falou da expectativa de participar do evento nesta semana. “Espero que seja um espaço de proposições assertivas e pactuações de responsabilidades estratégicas para o desenvolvimento dos Sítios Patrimônios Mundiais do Brasil, pois somos um seleto grupo no mundo e temos a responsabilidade de cuidar de um acervo que é de interesse de todos”, reforçou.

O 7º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas Turísticas e Patrimônio Mundial – Turismo, Patrimônio e Sustentabilidade: Caminhos para o Futuro é promovido pela Organização das Cidades Brasileiras Patrimônio Mundial (OCBPM) e pela prefeitura de Salvador, com o apoio institucional da Confederação Nacional de Municípios (CNM), da União dos Municípios da Bahia (UPB) e patrocínio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Por: Allan Oliveira
Da Agência CNM de Notícias